7. Usuários

De Wiki CGU
Ir para: navegação, pesquisa

Por meio da funcionalidade Usuários é possível consultar os usuários cadastrados em uma ouvidoria, além de cadastrar novos. O Fala.BR possui dez Perfis de usuários distribuídos em quatro Tipos. Cada Tipo desempenha um conjunto um conjunto de ações no Fala.BR, em maior ou menor grau de especialização. De modo geral, podemos descrever os quatro perfis da seguinte forma:

i) Administrador: contempla os perfis Gestor, Cadastrador e Administrador, que gerenciam as configurações, a criação de unidades de ouvidorias e usuários no sistema. Em geral, estes usuários são criados para os gestores das unidades ouvidorias;
ii) Servidor: contempla os perfis Observador, Atendente e Respondente, que registram, consultam e tratam as manifestações. Em geral, estes usuários são criados para os servidores que executam as tarefas gerencias das unidades ouvidorias;;
iii) Cidadão: possui o somente o perfil Usuário, que designa qualquer pessoa física ou jurídica que queira utilizar o Fala.BR. Esta pode registrar e consultar suas manifestações registradas no sistema; e
iv) Sistema: contempla os perfis utilizadas pelas ouvidorias acessarem o Fala.BR via WebServices. Abrange os perfis WebService Observador, WebService Atendente e WebService Respondente.


Abaixo segue um resumo das permissões dos dez perfis de usuários distribuídas dentre as onze funcionalidades disponíveis no Fala.BR e apresentadas na Seção #2.4 Funcionalidades:


FalaBr


Nessa esteira, duas observações são feitas. A primeira é que nem todo usuário está vinculado a uma ouvidoria; por exemplo, um Usuário não é servidor de ouvidoria, logo não faz sentido cadastrá-lo junto a uma ouvidoria.


A segunda remete ao conceito de tipos de formulários, apresentados na Seção #2.2 Tipos de Formulário. Naquela seção foi mencionado que necessariamente uma manifestação está diretamente relacionada a um tipo específico de formulário, isto é, quando uma manifestação é registrada, automaticamente o sistema associa o seu tipo de formulário respectivo a ela.


No Fala.BR o conceito de formulário também está relacionado com os usuários. Da mesma forma, quando um usuário é criado, ele também deve estar associado a um tipo de formulário. Todavia, diferentemente das manifestações, um usuário pode estar associado a um ou mais tipos de formulário. Mas ressalta-se que há exceções: o Administrador, por exemplo, é responsável por gerenciar todo o sistema, portanto, ele não necessita de estar vinculado a um formulário.


Na prática, a ideia é estabelecer as atividades que um possível servidor de ouvidoria pode executar. Por exemplo, a ouvidoria poderia estabelecer duas equipes, uma para tratar de manifestações em geral e outra só para tratar exclusivamente as denúncias, ou ainda um gestor poderia decidir que um determinado servidor deve atender as manifestações do tipo simplifique, mas não tipo de acesso à informação. Tais possibilidades podem ser ajustadas no Fala.BR, baseando-se nos quatro tipos de formulários (Padrão, Simplifique, Denúncia e Acesso à Informação).


A seguir segue um esboço das quantidades de ouvidorias e tipos de formulário a que um usuário pode estar vinculado. Esta informação será importante no momento de se cadastrar os usuários.


FalaBr


Um exemplo prático desta tabela é o caso dos servidores lotados nos Núcleo de Ações de Ouvidoria e Prevenção da Corrupção - NAOPs das unidades regionais da CGU. Para estes é atribuído o perfil Cadastrador sem vinculação a ouvidoria e nem a qualquer formulário específico (será visto na Seção #7.2 Cadastrando um Usuário que quando se atribui um ouvidoria ou tipo de formulário o Fala.BR na verdade considera que o usuário possui acesso a todas ouvidorias e todos tipos de formulário). Só assim será possível a estes servidores gerenciarem os usuários das ouvidorias estaduais e municipais.


7.1 Consultando um Usuário

Para os exemplos a seguir, será utilizado um usuário com perfil de Administrador. Primeiro, na tela inicial do usuário, clique em Usuários.


FalaBr


Na tela é possível fazer a busca por um usuário utilizando vários tipos de parâmetros. Basta selecioná-los e clicar no botão Buscar. Em geral, o campo Órgão exibirá apenas a unidade que o servidor de ouvidoria está cadastrado (um Administrador possui acesso a todas ouvidorias, por exemplo). Observe que há o campo Tipo de pessoa, em que se infere a possibilidade de uma empresa, por exemplo, se cadastrar no sistema.


As consultas mais comuns utilizam o nome ou o e-mail do usuário; tais campos retornam o resultado caso sejam inseridos apenas uma parte do nome ou do e-mail. Todavia, o campo CPF exige que se insira o número completo. Alguns exemplos de consultas mais elaboradas são:

  • Quais os servidores cadastradores existem em todas as ouvidorias cadastradas no Fala.BR? Resposta: basta selecionar Tipo como Administrador e Perfil como Cadastrador;
  • Quais os servidores respondentes na CGU que tratam denúncias e que se chamam Ricardo? Resposta: basta selecionar Tipo como Servidor, Perfil como Respondente, Tipo de formulário como Denúncia, Nome como Ricardo e Órgão como CGU (se o Órgão fosse deixado em branco o resultado seria o mesmo).


FalaBr


Uma nota: os campos Nome, E-mail e Login aceitam uma parte do nome. Se for utilizado o o campo Login, lembre-se que deverão ser utilizados o:

a) CPF: para os usuários do tipo Administrador ou Servidor. Assim, por exemplo, se desejar buscar um certo servidor de ouvidoria, deverá informar o CPF; deverá acessar o Fala.BR desta forma;
b) E-mail: para os usuários do tipo Cidadão. Para buscar um cidadão, deve-se informar o e-mail cadastrado;
c) Nome de usuário: para os usuários do tipo Sistema. Assim, para consultar um usuário Webservice Respondente, deverá ser informando o nome de usuário cadastrado previamente.

7.2 Cadastrando um Usuário

Primeiramente, clique no botão Cadastrar. Para os exemplos a seguir, será utilizado um usuário com perfil de Administrador. Primeiro, na tela inicial do usuário, clique em Usuários.


FalaBr
FalaBr


Na coluna da esquerda escolha o Tipo e o Perfil; estes são campos obrigatórios. Em seguida, selecione o Órgão e o formulário em Limitado ao formulário (podem ser facultativos ou não), se for o caso. Suponha-se que seja um servidor respondente vinculado à CGU e com acesso apenas ao tipo de formulário Padrão. Neste caso o servidor poderá tratar as manifestações do tipo elogio, reclamação, solicitação e sugestão recebidas pela CGU.


FalaBr


Em seguida clique no botão Adicionar. Serão exibidos os conteúdos dos campos escolhidos na coluna da esquerda.


FalaBr


Ressalta-se que as permissões para cadastrar usuários de ouvidoria variam conforme o tipo de usuário. Assim, por exemplo, um usuário do tipo Gestor não poderá cadastrar um Respondente a uma ouvidoria que não seja a dele próprio; não poderá ainda cadastrar um usuário do tipo Sistema (os perfis estão desabilitados).


Uma outra observação muito importante: caso não se atribua um órgão e/ou um tipo de formulário a um usuário, o Fala.BR adota que o usuário terá acesso a qualquer uma das ouvidorias e/ou a qualquer um dos tipos de formulários. Imagine-se o caso hipotético: um servidor que, ao mesmo tempo, exerce a função de cadastrar usuários para qualquer ouvidoria e trate somente as denúncias recebidas pela CGU. Neste exemplo, o cadastro deste usuário seria assim:


FalaBr


Na coluna da direita, há três campos obrigatórios: Tipo da pessoa, Nome e E-mail. Para pessoa jurídica os campos Nome e E-mail alteram para Razão Social e E-mail do representante, respectivamente. Ademais, se o tipo do usuário for Administrador ou Servidor, além destes campos, o CPF é obrigatório, bastando informá-lo no Doc. de identificação (tipo).


Se o usuário a ser cadastrado é do tipo Administrador ou Servidor, o campo Login da coluna esquerda automaticamente exibirá o CPF. Caso o usuário seja do tipo Cidadão, o campo Login exibirá o e-mail cadastrado. Já para o usuário do tipo Sistema, o campo Login é livre para edição. Neste último caso, sugere-se criar, por exemplo, webservice_Nomedoórgão_t e webservice_Nomedoórgão_p, sendo o primeiro para o ambiente de treinamento e o segundo para o de produção. Para CGU, por exemplo, ficaria webservice_cgu_t e webservice_cgu_p.


Voltando ao primeiro exemplo, teríamos o seguinte, já preenchendo os tais campos:


FalaBr


Finalmente, clique no botão Salvar. Imediatamente o usuário receberá por e-mail seu usuário de login e senha temporária no sistema. Após acessar o Fala.BR pela primeira vez, o sistema solicitará uma nova senha. Depois de alterada, o usuário já poderá utilizá-lo normalmente. No caso do usuário do tipo Sistema, será enviado também o ID da aplicação cliente (ClientID) e Senha (Client Secret) (esta senha também deverá ser trocada na Funcionalidade Meu Usuário, após o usuário se logar).


Fazendo uma síntese, têm-se três maneiras de se acessar o Fala.BR na tela de login:

a) CPF: para os usuários do tipo Administrador ou Servidor. Assim, por exemplo, o servidor de ouvidoria deverá acessar o Fala.BR desta forma;
b) E-mail: para os usuários do tipo Cidadão. Aqui se enquadram todos os cidadãos que desejam utilizar o sistema;
c) Nome de usuário: para os usuários do tipo Sistema. Para se logar no Fala.BR, basta o usuário informar o nome de usuário fornecido pelo administrador do sistema.


Ressalta-se que o Fala.BR adota a padrão a unicidade destes três formas de se logar, denominadas como chave. Isto quer dizer que o sistema não permite o cadastro de um mesmo CPF para dois ou mais usuários do tipo Administrador ou Servidor. Da mesma forma, não se permite o cadastro de um cidadão com o mesmo e-mail de outro usuário cadastrado. Todavia, é permitido o cadastro de um usuário que seja servidor e usuário ao mesmo tempo, utilizando o mesmo e-mail, visto que no primeiro caso a chave é o CPF, enquanto no segundo, o e-mail.